Você está em: Home / Cidadão / Agenda de Eventos
A+ A- texto
normal

Agenda de Eventos

 VI Expo-Feira – Feira do Gado Leiteiro, Indústria e Comércio e a XVIII Festa Nacional do Boi Recheado!

No ano de 1889, o imperador Dom Pedro II concedeu ao engenheiro João Teixeira Soares, a concessão para construir uma ferrovia que teria fundamental importância para a região Alto Uruguai (RS), ou seja, a estrada de ferro São Paulo - Rio Grande. A ferrovia seria vertical, ligando o Estado de São Paulo ao Estado do Rio Grande do Sul. A São Paulo – Rio Grande seria também uma ferrovia muito longa, de 1.403 km, partindo da cidade de Itararé (SP), passando pelo Paraná, por Santa Catarina até atingir o Estado gaúcho, pela região norte, de onde iria terminar em Santa Maria (RS).


A estrada de ferro São Paulo - Rio Grande foi a grande responsável pelo nascimento, bem como pelo desenvolvimento de muitos municípios da região Alto Uruguai (RS). O povoado de Viadutos iniciou-se em meados de 1908 com os operários que trabalhavam na construção da ferrovia, ou seja, foram gradativamente se estabelecendo às margens da estrada de ferro e consequentemente formando o núcleo de moradores do povoado. A versão para a origem do topônimo, é de que os ferroviários que construíram a trecho da ferrovia que liga Gaurama até o local, batizaram o povoado de Viadutos, devido aos vários viadutos existentes em conseqüência da declividade e dos vales da região. Tais viadutos são a exposições materiais da técnica belga e da força do capital europeu transplantado para o território dessa região. 

 
Com o término da construção da ferrovia, em setembro de 1910, aumentou o fluxo migratório. Além de índios e caboclos que já habitavam o local, chegaram levas de imigrantes italianos (esses em maior número e oriundos das Colônias Velhas), alemães, poloneses entre outras etnias. A Estação de Viadutos foi inaugurada no dia 25 de outubro de 1910 pela Cie. Auxiliaire Chemins de Fèr, empresa belga que tinha a concessão para construir a ferrovia na região Alto Uruguai. A Estação Ferroviária foi à alavanca para o desenvolvimento da sociedade local. Foi através dela da viação férrea que chegavam até o então povoado de Viadutos as notícias provindas dos jornais e revistas da época. O tráfego ferroviário foi fundamental para o transporte de pessoas, bem como para o escoamento de produtos agrícola, madeireiro, pecuário e outras mercadorias. Nas primeiras décadas do povoado as comunicações em geral eram efetuadas pelo serviço de telefonia e telegráfico instalados na Estação Ferroviária.

   
Viadutos foi elevado a categoria de vila em 31 de março de 1938, pelo Decreto n°. 7.199. Em 18 de fevereiro de 1959, foi criado o município de Viadutos pela lei estadual n°. 3.728, sendo que a instalação ocorreu no dia 28 de maio de 1959, isto é, data em que é comemorado o seu aniversário


No início dos anos de 1990, um grupo de amigos denominado "Grupo da Lebre" reuniam-se eventualmente para confraternizar as relações de amizade através de jantares. Aceitando o desafio proposto por um amigo, o senhor Elias Tochetto, assador do grupo, aceitou rechear um boi inteiro. Posteriormente, com o auxílio da comunidade local, foi construído o primeiro forno junto ao Salão Paroquial, no final do ano de 1994. Sendo que a primeira Festa do Boi Recheado ocorreu no dia dezoito de março de 1995, tendo participado em torno de trezentas pessoas. O evento é inédito no Brasil, tornou-se uma festa nacional que está na sua décima oitava edição e atinge um público de aproximadamente duas mil pessoas.